Fiscalização do Crea-SP bate meta histórica

Conselho efetuou 400 mil ações em 2022

O Crea-SP chegou neste mês de novembro ao recorde de 404 mil ações de fiscalização, ultrapassando a meta estabelecida para todo o ano de 2022, de 400 mil operações. Com isso, o Conselho supera os números alcançados no último ano, que havia sido consolidado como maior registro fiscalizatório de sua história, com 291.234 ações.

O feito pode ser traduzido em mais eficiência para a área tecnológica e reflete diretamente na segurança da sociedade, como explica o presidente do Crea-SP, Eng. Vinicius Marchese. “Esse resultado é uma conquista do fortalecimento da atuação do Conselho. Temos trabalhado nos últimos anos com o compromisso de assegurar o bem-estar e a qualidade de vida das pessoas, pois é exatamente nisso que chegamos quando os engenheiros, agrônomos, geocientistas e tecnólogos aplicam seus conhecimentos técnicos e as normas éticas nas obras e nos serviços prestados”, afirma.

De 2015 a 2022, por exemplo, o aumento no número de ações realizadas no estado de São Paulo foi de cerca de 1.400%. A adoção de forças-tarefas com treinamentos regulares dos agentes fiscais, o atendimento às demandas levantadas pelas Comissões Auxiliares de Fiscalização (CAFs), a apuração das denúncias recebidas pelo Conselho e, mais recentemente, o desenvolvimento de um aplicativo exclusivo foram algumas das melhorias implementadas no período.

A transformação do próprio Crea-SP, aliada à adoção do plano estratégico de fiscalização e ao uso de tecnologias para análises antes da atividade em campo, projeta expectativas para os próximos anos. “A fiscalização atua em parceria com outras áreas internas. A padronização e digitalização de processos, as pesquisas prévias para identificação de dados importantes e as otimizações de fluxos geraram esses ganhos”, destaca a superintendente de Fiscalização, Eng. Maria Edith dos Santos.

O balanço de 2022 traz os respectivos números de fiscalizações, conforme as áreas de atuação profissional, como de Engenharia Civil e Engenharia Elétrica, que somaram 242.051 ações. Em seguida, foram pontuadas 77.303 operações em Engenharia Mecânica e Metalúrgica; 33.624 em Engenharia de Segurança do Trabalho; 21.030 em Engenharia Química; 20.677 em Agronomia; 4.781 em Geologia e Engenharia de Minas; e, por fim, 4.561 em Agrimensura.

Denúncia

O Crea-SP abre canais em todas as unidades de atendimento para o registro de queixas, além do site www.creasp.org.br; dos telefones 0800 017 18 11 ou 0800 770 27 32 e do e-mail: faleconosco@creasp.org.br.

São infrações à legislação profissional: a ausência de responsável técnico em projetos, execuções ou prescrições; obras clandestinas; falta de placa na obra ou de identificação de responsável em atividades sujeitas à fiscalização; produção irregular de material ou insumo aplicáveis na Engenharia, Agronomia e Geociências; e outras situações relacionadas à violação do exercício técnico.

Produzido pela CDI Comunicação

 

Fonte: https://www.creasp.org.br/noticia/fiscalizacao-do-crea-sp-bate-meta-historica/

Post anterior
Próximo post

Deixe um comentário

Utilizamos cookies para auxiliar na sua navegação, melhorar sua experiência como usuário(a), melhorar o conteúdo de nosso site, direcionar conteúdo de marketing, fazer análises e relatórios estatísticos sobre o uso do site, tudo para te proporcionar a melhor experiência possível. Para saber mais sobre os cookies, acesse nossa Política de Privacidade.
Eu concordo